sábado, 24 de abril de 2010

TIPOS DE CURSOS

O interessado em obter conhecimento através de cursos podem optar entre várias modalidades de cursos. São elas:

Cursos Livres
– segundo instruções do Ministério de Educação, se caracterizam por ser organizado para ser oferecido com cargas horárias inferiores à 200 horas/aula e, por ser o conteúdo do programa de inteira responsabilidade de seus organizadores - confira abaixo informações essenciais sobre a natureza e características dos cursos livre

Cursos Técnicos
– Essa modalidade visa a formação de técnico em determinada área profissional e é destinada e alunos matriculados no ensino médio ou equivalente (concomitante) ou egressos do ensino médio ou equivalente (em seqüência). Para a expedição do diploma de técnico é necessária a conclusão de estágio, quando previsto na organização curricular, e que o interessado apresente o certificado de conclusão do ensino médio.

Cursos de Qualificação e Aperfeiçoamento
- Os programas de qualificação visam a preparação do indivíduo para o exercício de uma profissão, de acordo com o perfil requerido no mundo do trabalho. Os programas de aperfeiçoamento são destinados a trabalhadores que buscam a atualização, ampliação ou complementação de competências profissionais.

Cursos Superiores
– Os cursos de nível superior são abertos a candidatos que tenham concluído ensino médio ou equivalente e que tenham sido classificados em processo seletivo. Sua duração média é de quatro ou cinco anos, com exceção do curso de Medicina, com duração de seis anos, e alguns cursos com três anos. Conferem ao aluno diploma de curso superior, fundamental para quem deseja fazer uma pós-graduação. Os cursos de graduação se dividem em bacharelados e licenciaturas. Os bacharelados habilitam o profissional para exercer a profissão no mercado de trabalho, enquanto as licenciaturas formam o profissional para atuar como professor, oferecendo disciplinas de formação pedagógica, além das disciplinas tradicionais. Os cursos de graduação podem oferecer uma ou mais habilitações. Além disso, no âmbito desta educação profissional, são ministrados cursos de graduação com características especiais, voltados para o desempenho de atividades em determinada área profissional, cuja conclusão conferem dois tipos de diploma:

· Tecnólogos

Os tecnólogos ou cursos superiores de curta duração são cursos de ensino superior de nível tecnológico, reconhecidos pelo Ministério da Educação. Duram menos que a graduação tradicional, dois anos em média. Isso porque a formação é mais específica, voltada para atender áreas mais delimitadas do mercado de trabalho. Confere ao profissional diploma que vale como quesito para cursos de pós-graduação.

· Seqüenciais

Destinam-se à obtenção ou atualização de qualificações técnicas, profissionais ou acadêmicas. São cursos superiores com duração ainda mais curta e a formação mais específica. Existem dois tipos de cursos sequenciais: os de complementação de estudos, que não conferem diploma e, assim, não são válidos para que o profissional dê continuidade aos estudos com pós-graduações. E os de formação específica, que conferem diploma, válido apenas como quesito para a pós-graduação lato-sensu.

Cursos de Pós-Graduação
– A pós-graduação é destinada a desenvolver e aprofundar a formação adquirida nos cursos de graduação (inclusive os de educação profissional de nível tecnológico), compreendendo programas de “stricto -sensu” (mestrado e doutorado) e de “lato-sensu” (especialização e MBA):

· Pós-graduação Sricto-Sensu

A pós-graduação visa dar continuidade à formação profissional, voltada para uma determinada segmentação da área de conhecimento. A stricto-sensu é direcionada à pesquisa científica e confere ao profissional os graus de mestre, doutor e PHD, nesta sequência. O profissional pode fazer apenas o mestrado ou dar prosseguimento para obter os graus de doutor e até PHD. Os cursos stricto-sensu são avaliados regularmente pelo CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), que reconhece apenas os cursos que obtêm nota mínima.

· Pós-graduação Lato-Sensu

Assim como a pós-graduação stricto sensu tem como objetivo dar continuidade à formação profissional, também em um determinado segmento da profissão, mas com a diferença de ser voltada para a atuação no mercado de trabalho e não como carreira científica. Estes cursos não são avaliados pelo CAPES, mas devem ser credenciados junto ao Ministério da Educação para validar o certificado. Entre os cursos de pós-graduação lato sensu estão os de especialização, que visam ampliar a qualificação profissional, e os MBA, voltados para a prática empresarial e formação de executivos.

Sem comentários:

Enviar um comentário